Alex Gonçalves » Críticas

Crítico
Favoritos 11 Quero ver 0 Já vi 482 Não tenho interesse 0

Críticas

481 críticas
N/A T-Kritz

A história de Assaf é riquíssima porque também abalou as estruturas políticas de onde veio, jogando os holofotes especialmente pelo modo de vida precário e opressor dos palestinos. O problema é que “O Ídolo” passa quase batido por essas características do biografado, preferindo priorizar o lado edificante de sua jovem e expressiva trajetória.

N/A T-Kritz

Em “Mulher-Maravilha”, Patty Jenkins tem a ilusão de que está mudando os paradigmas do protagonismo feminino, mas a sua direção não exerce resultados efetivos. Ao contrário, pois a história, a ação e a costura não têm qualquer assinatura autoral.

N/A T-Kritz

É como se tudo o que de ruim que se espera de um filme família (as velhas rixas entre crianças e adultos, as prendas, as escatologias) desse lugar a algo muito mais afetuoso e possível para o contexto.

N/A T-Kritz

Alex Kurtzman consegue corresponder somente ao que se espera de uma ação com computação gráfica ao menos razoável, nada contribuindo para outros fatores essenciais de uma boa aventura, como a construção de personagem.

N/A T-Kritz

É uma pena que o fardo de carregar “A Vingança de Salazar” esteja a cargo da dupla de noruegueses Espen Sandberg e Joachim Rønning, aqui fazendo malabarismos com uma narrativa tão aquém de uma visão tão refinada para algo envolto a paredes de green screen.

N/A T-Kritz

Tensão racial é um excelente tema para refletir o horror dos nossos tempos. Ainda assim, é no tom quase satírico que Peele alfineta com mais intensidade uma sociedade ainda movida por retrocessos.

N/A T-Kritz

Filme de estreia de J.C. Feyer, “O Rastro” é mais uma das tentativas recentes para provar que brasileiro também sabe fazer filme de terror, mas com resultados que muitas vezes não vão muito além da boa intenção.

N/A T-Kritz

Se “Rei Arthur: A Lenda da Espada” sepulta aquele “Rei Arthur” feito em 2004 por Antoine Fuqua, é certo que daqui a 10 anos alguém fará o mesmo com o filme de Guy Ritchie.

N/A T-Kritz

Quanto mais Ridley Scott busca explorar as relações entre criador e criatura, mais prova desconhecer a forma perfeita que concebeu há quase 40 anos.

N/A T-Kritz

Com essa premissa, a produção, com censura 12 anos, é ofertada como um programa família, e a sensação é a mesma de tomar cerveja sem álcool.

N/A T-Kritz
Vale um adendo para as mulheres que questionam os padrões dos manequins: aqui, o combate de um preconceito acaba alimentando vários outros.
N/A T-Kritz

A franquia finalmente chega a um degrau em que parece não se conformar só com o mais do mesmo, provando que tem fôlego para ir adiante.

N/A T-Kritz

Por essas interações que as inevitáveis rupturas do desfecho, acompanhadas pela bela música de Roger Neill, sejam tão comoventes quanto o de uma última despedida.

63 T-Kritz

O inglês Rupert Sanders prova que é dono de um apuro estético dos mais arrojados, recriando um cenário futurístico à lá “Blade Runner”.

N/A T-Kritz

O resultado prático soa desconexo e aborrecido até para quem acompanha com uma curiosidade bizarra algo como “O Fantasma”, exemplar que rendeu a Rodrigues um reconhecimento mundial.

N/A T-Kritz

Rocha consegue incluir o espectador na naturalidade com a qual a relação entre essas duas mulheres se desenha, mesmo em uma narrativa absolutamente desprovida de conflitos.

N/A T-Kritz

Scorsese não se nega a enaltecer Rodrigues, mesmo que para isso se furte de prestar alguma solidariedade ao sem número de pobres camponeses sacrificados pelos tormentos de seu “herói”.

73 T-Kritz
Desde “A Vila”, em que a fábula sobre isolamento ganha na contemporaneidade americana um sentido ainda mais crível com todos os seus muros e temor por estrangeiros, que Shyamalan não entregava algo tão relevante e assustador.
N/A T-Kritz

Só lá nos 25 minutos finais as engrenagens começam a agir para dar algum movimento a “Power Rangers”. Muitos fãs vão vibrar nesse clímax, mas a sensação é de que o produto deixa a desejar diante da imagem meramente ilustrativa de sua embalagem.

N/A T-Kritz

Em um momento em que seriados na linha de “Divisão Criminal” e “The Good Wife” deixaram um legado com um sem número de casos judiciais, complicou para o cinema produzir filmes que mantenham o foco do espectador ao alongar os desdobramentos de apenas um crime nos tribunais.

1 2 3 4 ... 24 25