Gostou do nosso site?
Então curta!

Spotlight: Segredos Revelados » Críticas

Estreia: 07 de janeiro de 2016
Assista ao trailer Comentários0 Acessos 335
Marcar 'favorito' (precisa estar logado)0Marcar 'quero ver' (precisa estar logado)0Marcar 'já vi' (precisa estar logado)12Marcar 'não tenho interesse' (precisa estar logado)0
83
T-Kritz
Baseada em 12 crítico(s)
Aclamado pela maioria.
Incorporar T-Kritz
Após fazer sua seleção, copie e cole o código de incorporação acima. O código muda de acordo com a seleção.
Padrão Pequeno
Minha Avaliação
0102030405060708090100 Escreva uma crítica (precisa estar logado) Deixe um comentário (precisa estar logado)

Críticas

12 críticas

Spotlight poderia muito bem ter sido lançado nos anos 1970 caso não abordasse um tema tão contemporâneo, sendo mais um representante exemplar da "escola" de filmes sobre Jornalismo formada através do seminal Todos os Homens do Presidente. [...] É hábil ao utilizar uma roupagem tão característica do passado para discutir um tema tão atual.

Apesar do deslize musical, o saldo final é mais do que positivo. O triste está fora da tela, ao percebemos que esse tipo de enredo real tende a se tornar cada vez mais raro.

O filme é um drama arrebatador que, por tratar de assunto espinhoso sem sensacionalismo, não deixa o espectador desviar o olho da tela.

. Com uma história linear, um modo convencional, até, de contá-la, o diretor Tom McCarthy, consegue prender a atenção do público com maestria, numa curva narrativa ascendente – sem precisar recorrer a tiro, porrada e bomba.

Spotlight: Segredos Revelados é um competente tratado sobre o quão grave e extensa é a questão da pedofilia dentro da igreja católica ao mesmo tempo em que nos lembra como o bom trabalho jornalístico pode fazer a diferença.

Brincadeiras à parte, Spotlight é uma prova que coragem é uma das peças fundamentais para se fazer um bom filme, uma direção que preocupa-se em focar bem nos temas abordados, focando na interpretação e indignação dos personagens.

Além de trazer à tona fatos e números chocantes, o longa-metragem tem o mérito de revelar os bastidores do (bom) jornalismo.

Redimindo-se da comédia “Trocando os Pés”, Tom McCarthy volta a fazer um registro dramático mais condizente com uma filmografia composta pelos ótimos “O Agente da Estação”, “O Visitante” e “Ganhar ou Ganhar – A Vida é um Jogo”.

Spotlight – Segredos Revelados é uma grande e merecida homenagem ao jornalismo que já foi tão importante por revelar ao mundo horrores que talvez jamais teríamos conhecimentos se não fosse alguns homens e mulheres tão persistentes em fazer o seu oficio acima de qualquer vaidade.

É cinema de denúncia na melhor tradição hollywoodiana.

No fundo, o filme é sobre a disputa de dois tipos de fé – a religiosa e a da liberdade de expressão – embalada pela nostalgia de uma era em que a imprensa digital ainda não tinha tanta força.

Spotlight – Segredos Revelados se volta para o bom e velho jornalismo, que, cumprindo sua principal função, foi capaz de expor uma das maiores crueldades cometidas pela igreja católica nos tempos atuais. Gerando um efeito cascata daquela matéria que vemos ser construída, em todos os Estados Unidos e ao redor do mundo.