Gostou do nosso site?
Então curta!

Além da Escuridão - Star Trek » Críticas

Estreia: 14 de junho de 2013
Assista ao trailer Comentários0 Acessos 558
Marcar 'favorito' (precisa estar logado)0Marcar 'quero ver' (precisa estar logado)1Marcar 'já vi' (precisa estar logado)27Marcar 'não tenho interesse' (precisa estar logado)0
80
T-Kritz
Baseada em 22 crítico(s)
Aclamado pela maioria.
Incorporar T-Kritz
Após fazer sua seleção, copie e cole o código de incorporação acima. O código muda de acordo com a seleção.
Padrão Pequeno
Minha Avaliação
0102030405060708090100 Escreva uma crítica (precisa estar logado) Deixe um comentário (precisa estar logado)

Críticas

22 críticas

Além da Escuridão - Star Trek (Star Trek - Into Darkness) tem todas as qualidades esperadas de um filme de verão. Excelentes cenas de ação, ótimos diálogos, alívios cômicos nas horas certas, um elenco inspirado e um vilão memorável.

O diretor J.J. Abrams dá uma aula de como revitalizar uma franquia, sem necessariamente desrespeitar seu legado e o trabalho árduo dos profissionais que a construíram.

Mesmo subvertendo papéis e expectativas de maneira quase jocosa, o filme ainda mantém-se fiel aos cânones da série, respeitando a inteligência de sua audiência – o que, por si só, já o diferencia entre as dezenas de sequências que chegam todo ano aos cinemas.

Com respeito a todos os públicos e vigilante quanto à reverência necessária sem perda de torque, Abrams constrói uma alegoria na qual a equipe da Enterprise luta para fazer valer uma das diretrizes fundamentais da Federação que a Terra integra: nenhum homem será punido sem um julgamento.

Abrams apostou e ganhou. Manteve aquilo que essencialmente fazia de Star Trek, um mundo diferente, onde a utopia venceu e os conflitos são decididos pela argumentação e inteligência e coloriu os momentos de pasmaceira com a energia daquela galera dos sabres de luz. O melhor blockbuster da temporada 2013 até aqui. Vida (muito) longa e próspera.

"Além da Escuridão" repete todos os acertos do primeiro "Star Trek" (2009) e melhora em outros, como no excelente vilão, vivido por um Benedict Cumberbatch muito inspirado. Com algumas surpresas, muita ação, humor e até emoção, temos aqui o melhor filme de 2013 até o momento.

Parece mais interessado em preparar a premissa para o terceiro capítulo da trilogia que em contar sua própria história.

Além da Escuridão – Star Trek, com uma sensacional trilha de Michael Giacchino, sugere que os 5 anos prometidos de exploração do universo e descoberta de novos mundos e civilizações possam ser poucos para a quantidade de emoções que a nova e ótima fase da franquia ainda nos reserva.

"Seguindo a reinvenção de um universo atravessando novas fronteiras."

Além da Escuridão - Star Trek é o que poderia ter sido. Um representante digno da indústria de entretenimento, com todos os atrativos necessários para a nova geração. Mas, que não perde a rota espacial daquela última fronteira que encantou e continua encantando tantas gerações desde a década de 60.

O diretor J.J. Abrams e seus usuais roteiristas colaboradores bolam cenas eletrizantes. (...) talvez não seja um filme melhor do que seu predecessor, mas é uma aventura mais dinâmica e empolgante, que consegue de forma mais satisfatória realizar a façanha de atrair os não escolados.

Abrams mostra que não basta somente homenagear os personagens clássicos com breves aparições, mas que precisa-se moldar questões tão emblemáticas como aquelas que Roddenberry ousou mostrar um dia.

O resultado final de Além da Escuridão é bastante satisfatório, principalmente pelo fato de ter conseguido aliar o talento de seu elenco a um bom roteiro e a uma direção primorosa, que enriquece a produção e lhe torna grande diante dos olhos de quem a assiste.

A sequência do filme de 2008 é extremamente divertida e consegue superar o primeiro; com cenas de ação de tirar o fôlego e homenagens a momentos clássicos da extensa mitologia de Jornada nas Estrelas.

Blockbuster inteligente, que diferencia-se da maioria dos exemplares recentes de seu gênero ao inserir debates certeiros sobre temas complexos e essenciais a nossa sociedade, honrando sua franquia e empolgando seu público.

Épico em todos os sentidos, Além da Escuridão - Star Trek pode não ser um primor completo, mas até o presente momento, figura como um dos melhores blockbusters da temporada.

A ação constante, a princípio chega a ser quase cansativa, especialmente pela impressão inicial de que os personagens são praticamente invencíveis, ainda que enfrentem situações extremas.

Ao pagar tributo às idiossincrasias da criação de Gene Roddenberry e ainda gerar testosterona para agradar à sensibilidade de plateias modernas, o produtor/ diretor J. J. Abrams esboçou o filme ideal, ainda que não tenha conseguido a unanimidade.

Repleto de cenas de ação e perseguições espaciais, o filme visa os fãs da saga, iniciada nos anos 1960 no seriado televisivo que até hoje é reprisado. Mas, comparado ao espírito da série original - que chegou a inspirar versões cinematográficas com a tripulação já madura – o novo filme pode decepcionar aos saudosistas.

Novo Star Trek é uma boa aventura presa às obrigatoriedades de uma franquia.

1 2